Fiat Grand Siena

A Fiat – Fábrica Italiana Automobilística de Turim foi fundada em julho de 1899 e atualmente está presente em mais de 60 países, sendo considerada uma das maiores fabricantes de veículos no mundo.

Inicialmente, o seu principal investimento era no mercado de jatos, tratores, trens e construção. Posteriormente, na primeira década do século XX, com o início da Primeira Guerra Mundial, a marca passou a fabricar também locomotivas, ambulâncias, metralhadoras e motores para submarinos.

Fiat-grand-siena-2016-3

No Brasil, ela é considerada uma das empresas com o maior crescimento no mercado, além de ser líder de vendas no setor. A sua fábrica, instalada em Betim, Minas Gerais, tem capacidade produtiva de 800 mil veículos por ano.

Em 2013, a Fiat conquistou a liderança do mercado brasileiro voltado a automóveis pela décima segunda vez, sendo que os modelos mais vendidos da marca no ano foram Uno, Palio, Siena e Strada.

Inicialmente considerado como apenas a versão sedan do Palio, o Fiat Siena foi lançado em 1997, com design atraente e um dos maiores porta-malas da categoria. Atualmente, ele é considerado o líder do seu segmento.

Primeira Geração

O Fiat Siena começou a ser fabricado no início de 1997 na Argentina e, em julho do mesmo ano, passou a ser produzido no Brasil também. As primeiras versões a estarem disponíveis no mercado eram as EL e HL.

A primeira era a versão mais simples, com um motor 1.6 de 8 ou 16  válvulas com 82 ou 106 cv de potência. Já a versão HL era mais luxuosa, além de possuir um motor mais potente, de 16 válvulas e 103 cv de potências, ela apresentava um acabamento melhor. Rodas de liga leve, maçanetas e retrovisores na mesma cor da carroceria, airbag e freios ABS eram oferecidos como opcionais dessa versão.

Fiat-grand-siena-2016-4

Em 2001, foi realizada a primeira reestilização do modelo. Os faróis e a grade dianteira passaram a ser mais estreitos e retangulares, enquanto que o capô passou a ter vínculos mais acentuados. Além disso, as lanternas traseiras passaram a ter um formato mais retangular e a placa de identificação foi reposicionada para o porta-malas, deixando o desenho mais elegante.

Em 2003, o modelo passou por mais uma reestilização. Dessa vez, recebeu faróis de formato irregular e lanternas traseiras horizontais, que o deixavam mais elegante.

Além disso, o painel apresentava um novo desenho e o acabamento interno tinha uma qualidade melhor se comparado a versões anteriores. Três anos depois, mantendo o mesmo design, a Fiat disponibilizou uma versão que rodava com três combustíveis diferentes: álcool, gasolina e gás. O modelo foi o primeiro automóvel no Brasil a vir com esta opção já de fábrica.

Uma nova versão do Siena foi apresentada em 2007. Na época, a Fiat tentou diferenciar o modelo do Palio, acrescentando novos faróis biparábolas, grade e pára-choques dianteiros, além de uma traseira que lembraria a do Alfa Romeu 159.

Segunda Geração

O Grand Siena, como passou a ser chamado o automóvel, foi lançado em 2012 e sofreu grandes modificações. O chassi, o desenho e o interior do veículo foram modificados. Além disso, uma nova plataforma foi adotada, fazendo com que o comprimento, a altura, a largura e o entre-eixos sofressem alterações.

fiat-grand-siena-5

Dessa forma, o porta-malas do modelo, que já era grande, ficou ainda maior, passando de 500 para 520 litros de capacidade. Desde então, o Grand Siena não sofreu grandes modificações no seu design, mantendo as versões Attractive 1.4, Tetrafuel 1.4 e Essence 1.6.

Grand Siena 2016

O Grand Siena 2016 une esportividade e modernidade. O visual e o conjunto mecânico mantiveram-se os mesmos, sendo a novidade os novos itens de série.

Fiat-grand-siena-2016-2

Ele apresenta faróis alongados e logotipo da Fiat cromado na grade central frontal, além disso o para-choque é robusto e possui uma grade inferior esportiva, onde estão localizados os faróis de neblina.

Na traseira, as lanternas possuem formato geométrico enquanto que as luzes de freio e de posição apresentam uma iluminação especial quando acessas.

  • Itens de série / Versões / Opcionais:

O modelo possui três versões: Attractive 1.4 Flex, Tetrafuel 1.4 Flex e Essence 1.6 Flex, sendo que cada uma delas apresentou novidades na lista de itens de série da linha 2016.

A versão mais básica, de entrada, que é a Attractive 1.4 Flex, passou a contar com ar-condicionado de fábrica, enquanto que a versão Tetrafuel 1.4 Flex ganhou faróis de neblina e chave canivete com telecomando para abertura das portas, dos vidros elétricos e do porta-malas.

Fiat-grand-siena-2016-1

Já a versão Essence 1.6 Flex passou a contar com vidros elétricos na parte traseira com tecnologia OneTouch e anti-esmagamento e rádio Connect, um sistema com compatibilidade para CD, MP3, USB, Bluetooth e Audio Streaming.

Os modelos com o motor 1.4, o Attractive e o Tetrafuel, possuem um kit de itens opcionais, o Creative 1, que acrescenta aos automóveis retrovisores externos elétricos, rádio com sistema Connect, vidros elétricos na parte traseira e volante feito de couro com possibilidade de comandos de áudio.

Fiat-grand-siena-2016

Já a versão 1.6, o Essence, tem a sua disposição dois pacotes: o Creative 1 e o Sublime. O primeiro é composto por retrovisores externos elétricos com Tilt Down e volante multifuncional feito de couro com comandos de rádio.

O pacote Sublime é mais completo e entre os seus itens estão: volante feito de couro com comandos de rádio, retrovisores externos elétricos com Tilt Down, bancos revestidos parcialmente de couro, apoio para o braço na área central, soleira interna nas portas com a inscrição da palavra “Sublime”, faróis com máscara cinza metalizada, retrovisores externos e grade dianteira na cor cinza metalizado e frisos cromados em fumê.

 

 


Tags: