Honda City 2017 – Novo Modelo? Quais São As Novidades?

Embora não tenha ainda chegado ao Brasil, o Honda City 2017 já recebeu atualizações, as quais o deixaram mais parecido com outro modelo da montadora japonesa, o Honda Civic 2017. Entre elas, o sedã compacto ganhou uma base diferente no pára-choque da traseira, uma peça que simula um extrator de ar.

Já os faróis receberam luzes diurnas de LED, assim como os faróis alto e baixo, além disso, eles foram refinados com uma grade de barra cromada mais estreita. Outra mudança foi na parte interna do carro, que foi atualizado com acabamento mais escuro, sem contar os bancos com desenho esportivo.

A tecnologia foi outro aspecto que melhorou no novo Honda City, agora, com central multimídia contendo tela de sete polegadas touch screen e, mais uma vez, LED, na iluminação interna. E mais, o 2017 Honda City ganhou hill holder, que ajuda o motorista a dar a partida em declives, bem como controles de tração e estabilidade, conferindo maior segurança.

Por outro lado, a sua parte mecânica praticamente não recebeu modificações. Desse modo, continua com motor 1.5 16V com câmbio manual, que também pode ser equipados  com câmbio automático CVT (no caso da versão DX, em que ele é manual de cinco marchas). Além disso, conta com 117 CV e 15 mkgf de torque.

Esse carro está no mercado brasileiro desde 2009, destacando-se pelo seu conforto e alto padrão qualidade, em parte graças a sua dirigibilidade e espaço bastante amplo internamente, inclusive, no que diz respeito ao seu porta-malas. Em 2014, o modelo recebeu ainda uma poderosa atualização, quando se tornou mais imponente ao receber novas medidas.

Confira abaixo o preço, ficha técnica, versões novo Honda e muito mais:

Ficha Técnica Honda City

  • Largura 1.695 mm;
  • Altura 1.485 mm;
  • Comprimento 4.455 mm;
  • Entre-eixos 2.600 mm;
  • Capacidade do porta-malas 536 litros;
  • Capacidade do tanque 46 litros;
  • Retrovisores, travas das portas e vidros elétricos;
  • Direção elétrica EPS;
  • Airbags frontais;
  • Freios com sistema ABS e EBD;
  • Rodas de aço aro 15” com calotas;
  • Ar-condicionado;
  • Painel de instrumentos com iluminação na cor âmbar;
  • Áudio CD/MP3 player + HFT.

Novo Honda City 2017 Versões

O modelo da montadora japonesa conta com quatro versões diferentes, são elas as seguintes com sua respetiva ficha técnica:

Honda City EXL

  • Motor 1.5l i-VTEC FlexOne;
  • Porta-malas de 536 litros;
  • Rodas em liga leve aro 16;
  • Transmissão automática do tipo CVT com Paddle Shift;
  • Suspensão traseira com barra de torção;
  • Direção com assistência elétrica progressiva (EPS);
  • Suspensão dianteira MacPherson.

Honda City EX

  • Ar-condicionado digital full touch screen;
  • Potência – gasolina/etanol ([email protected]) 115/6000 – 116/6000;
  • Torque – gasolina/ etanol ([email protected]) 15,3 x 4.800;
  • Pneus 185/55 R16;
  • Estepe Temporário;
  • Rodas liga Leve – aro 16′;
  • Suspensão dianteira MacPherson;

Honda City LX

  • Porta-malas de 536 litros;
  • Rodas em liga leve aro 16;
  • Tração dianteira;
  • Pneus 185/55 R16;
  • Estepe temporário;
  • Direção com assistência elétrica progressiva;
  • Suspensão dianteira MacPherson.

Honda City DX

  • Áudio com tela de 5″ polegadas e câmera de marcha a ré multivisão;
  • Freios ABS/EBD;
  • Tração dianteira;
  • Transmissão manual de 5 velocidades;
  • Rodas de aço – aro 15′;
  • Direção com assistência elétrica progressiva (EPS);
  • Suspensão traseira com barra de torção.

Preço, Comparativo e Opiniões

Segundo o site especializado em veículos, o iCarros, o valor médio atualmente praticado para as diferentes versões do Honda City é baseada na tabela Fipe e sugere os seguintes preços:

  • Versão LX – R$ 69 mil;
  • Versão DX – R$ 63 mil;
  • Versão EX– R$ 76 mil;
  • Versão EXL – R$ 81 mil.

Na hora de comparar com o modelo pode ser feito um paralelo com o Ford New Fiesta, que entram na categoria de sedãs compactos e refinados. Embora especialistas afirmem que o carro da Ford ganhe em desempenho, o da montadora japonesa oferece maior agilidade nas retomadas e conforto de rodagem.

O veículo da Honda também fica na frente quando o assunto é espaço. Não só os passageiros do banco de trás podem espichar as pernas como o seu porta-malas comporta muito mais conteúdo. Em segurança e ergonomia ficam empatados.

Quanto à opinião dos motoristas do veículo, os principais elogios são para o ar condicionado digital e o sistema de som competentes, o câmbio CVT e os bancos confortáveis de couro. Mas também existem reclamações, principalmente, sobre a falta de iluminação no porta-luvas, além de itens que poderiam ser incluídos, tornando a sua equipagem pouco atrativa