Novo Fiat Argo 2018: Mudanças que merecem destaque!

A linha Fiat Argo, recentemente, introduzida pela Fiat, segundo a icônica marca italiana, representa um carro pensado do zero para atender ao conforto e às necessidades de seus usuários. Com esse lançamento, a Fiat pretende recuperar terreno que tem perdido nos últimos anos para algumas empresas concorrentes como a Hyundai com o HB20, por exemplo.

Embora não represente uma mudança revolucionária no estilo da marca italiana no Brasil, tem sido observado que o Fiat Argo, devido aos modelos que compõem a linha, esconde sob as unidades de nome e design uma bem-vinda pluralidade que lhe permite assumir papéis parecidos com os de diferentes carros, inclusive os aposentados Punto e Palio.

Os modelos e seus preços

Há sete modelos do Fiat Argo 2018: Drive 1.0, Drive 1.3, Drive 1.3 GSR, Precision 1.8, Precision 1.8 AT, HGT 1.8 e HGT 1.8 AT. Como se vê, há três tipos de motores envolvidos (todos, aliás, da família Firefly): 1.0, 1.3 e 1.8. O Drive 1.0 e o Drive 1.3 deixam a fábrica com câmbio manual – nos dois casos, de cinco marchas. O Drive 1.3 GSR é o Drive 1.3 com câmbio GSR Confort, um descendente do velho Dualogic Plus. Por fim, os ArgoPrecision 1.8 e Argo HGT 1.8 deixam a fábrica com o câmbio manual de cinco marchas, mas os modelos Precision 1.8 AT e HGT 1.8 AT possuem transmissão automática de seis marchas.

Principais itens de série e opcionais

A radical diversidade da linha Fiat Argo sugere que é melhor tratar do assunto modelo por modelo.

A – Drive 1.0

Trata-se do modelo de acesso da linha, o mais básico e barato. Entre seus itens de série, podem ser citados cintos de três pontos para motorista, carona e passageiros, iluminação de porta-malas, volante com altura regulável, computador de bordo e ar-condicionado. Para ele, há quatro pacotes de opcionais disponíveis: Kit Multimedia 1, com itens de, claro, Kit Convenience, que traz itens que atendem conveniências como retrovisores externos elétricos, Kit Parking, com itens que ajudam a estacionar, e Rádio Connect, com itens ligados a streaming, rádio e telefone.

B – Fiat Argo Drive 1.3

Aos itens de série do modelo de acesso, o Drive 1.3 acrescenta itens como central multimídia com tela sensível ao toque – e com sistema de reconhecimento de voz – além de mecanismo de monitoramento de pressão dos pneus.

Há dois pacotes de opcionais disponíveis: o Kit Convenience já mencionado e o Kit Stile, aue agrega, entre outras coisas, faróis de neblina. rodas de liga leve de 15” e pneus 185/60.  esão 1.3 Drive conta com todos os itens da 1.0 Drive e agrega uma segunda porta USB para passageiros; central multimídia Uconnet de 7″ touchscreen com Android Auto e Apple Car Play, Bluetooth, entrada USB e sistema de reconhecimento de voz; sistema de monitoramento de pressão dos pneus e volante com comandos de rádio e telefone.

C – Fiat Argo Drive 1.3 GSR

O modelo com câmbio automatizado GSR conta os itens de série dos anteriores e agrega itens próprios como apoio de braço para motorista, retrovisores externos elétricos e controle de estabilidade (ESC) e vidros elétricos traseiros. Para esse modelo, os pacotes de opcionais oferecidos são os já mencionados Kit Stile e Kit Parking.

D – Fiat ArgoPrecision 1.8

O Precision 1.8 conta com os itens de série do Drive 1.3 GSR e soma, entre outros itens, alarme antifurto e volante cujas altura e profundidade podem ser ajustados.

Seus pacotes opcionais são o Kit Tech (com, entre outras coisas, ar-condicional digital e sensor de chuva), o Kit Stile (com, entre outras coisas, bancos que têm revestimento de couro ecológico), Kit Parking (com, por exemplo, câmera de ré) e Sidebags, que, como o nome sugere, temairbags laterais.

E – Fiat ArgoPrecision 1.8 AT

A versão com transmissão automática de seis marchas do Fiat Argo 1.8 têm todos os itens de série dos modelos anteriores e acrescenta benefícios como volante com revestimento de couro. Seus pacotes de opcionais são os mesmos do Precision 1.8.

F – Fiat Argo 1.8 HGT

Uma versão esportiva da linha, ele conta com todos os itens de série dos automóveis ArgoPrecision e acrescenta benefícios como quadro de instrumentos com elevada resolução. Os pacotes de opcionais disponíveis oara ele são os já citados Kit Tech, Kit Stile, Kit Parking e Kit Sidebags.

G – Fiat Argo HGT AT

Segundo o padrão que já deve ter ficado claro, a versão com transmissão automática do Argo HGT conta com todos itens de série da versão manual e acrescenta benefícios como piloto automático e apoio para o braço do motorista.

Os pacotes de opcionais são os já conhecidos Sidebags, Kit Stile, Kit Tech, Kit Parking, além de Kit OpeningEdition (com itens como tapetes de carpete e de borracha e câmera de ré) e Pintura Bicolor.

Alguns itens de segurança são itens de série no modelo com câmbio GSR e opcionais nos outros.

Preços dos modelos

Os preços sugeridos dos modelos da linha Fiat Argo variam entre os 46.800 reais do modelo de acesso da linha, o Drive 1.0, e os 81.200 reais pedidos pelo HGT 1.8 AT com todos opcionais instalados e pintura metálica.

Ficha Técnica do Fiat ArgoPrecision 1.8

(Há variações com relação aos outros modelos, mas dá para formar uma boa ideia)

  • Velocidade Máxima: 192 Km/h
  • Aceleração de 0 a 100 Km/h – em 9,2 segundos
  • Comprimento (em milímetros) – 3.998
  • Largura (em milímetros) – 1.724
  • Altura em milímetros) – 1.505
  • Distância entre-eixos (em milímetros) – 2521
  • Peso (em quilogramas) – 1229
  • Capacidade do tanque de combustível (em litros) – 48
  • Capacidade de carga do porta-malas (em litros) – 300
  • Carga útil (em quilogramas) – 400

Consumo de combustível do Fiat ArgoPrecision 1.8

O motor 1.8 do Precision faz 8 Km na cidade e 9,6 Km na estrada com um litro de gasolina. Com álcool os números são, respectivamente, 11,5 Km e 13,8 Km.

Avaliação

Os principais concorrentes do Fiat Argo são máquinas como o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20, campeões de venda que ocupavam uma posição relativamente mal servida. A estabilidade proporcionada pela suspensão, os desempenhos dos motores e as faixas de preços dos modelos tornam, desde já, o Argo um forte concorrente que tem chances de conquistar o espaço perdido e revitalizar o relacionamento do motorista brasileiro com a marca italiana. O Jornal do Carro, do jornal Estado de São Paulo, por exemplo, cantou as glórias do recém-chegado depois de um test drive.